Haikyuu!! – Uma história de superação e mudança

Haikyuu - 00

Depois de ver Kuroko no Basket por livre e espontânea vontade, resolvi ver Haikyuu pois fui ameaçado pelos meus amigos. Sim, eu mal tinha começado a ver Kuroko e eles já estavam falando “Depois desse vê Haikyuu…”. Um deles disse que ia parar de falar comigo caso eu não desse uma chance ao anime de vôlei. Sem escolhas resolvi assisti-lo, ainda bem.

Uma muralha muito, muito alta se põe diante de mim…

Haikyuu é um mangá escrito e ilustrado por Haruichi Furudate e publicada no Japão pela revista Weekly Shõnen Jump. Teve sua estreia em fevereiro de 2012 e vem saindo até a data de publicação deste post. No dia 06 de abril de 2014, Haikyuu ganhou sua adaptação em anime pelo estúdio Production I.G. Essa que possui 3 temporadas, com 60 episódios ao todo (25 episódios na primeira e segunda, já a terceira são 10). E é desse anime que vamos falar no post de hoje.

Haikyuu - 01

Que paisagem será que há do outro lado?

Aqui conhecemos a história de Hinata Shoyou que passa a jogar voleibol depois de ter visto um jogo do campeonato nacional do Japão. Um dos times jogando é a do colégio Karasuno. Um dos seus jogadores é conhecido por “pequeno gigante” pois o mesmo era bem mais baixo que os outros jogadores.

Admirando a força de vontade e talento do pequeno gigante ele treina por 3 anos e consegue entrar no seu primeiro torneio de vôlei.

Haikyuu - 02

Porém, em seu primeiro jogo eles perdem para o time do Kitagawa Daiichi, o time favorito da temporada que possuem um levantador incrível e outro dos protagonistas: Kageyama Tobio, o Rei da Quadra. Depois dessa derrota Hinata decide treinar o máximo para um dia conseguir para um dia derrotar Kageyama.

Ele entra no colégio Karasuno e por ironia do destino, dá de cara com Kageyama no clube de vôlei. A partir disso a história nos conta mais sobre o Karasuno e nos dramas pessoais de todos do time não só do Hinata e Kageyama.

Com o que será que se parece?

Haikyuu tem uma particularidade muito grande em todos os aspectos então vamos por partes. A história é muito bem construída, não é só porque é um anime de esporte que significa que tem que ter jogo todo episódio. As partes dos treinos e até mesmo as que mostram as motivações e dramas dos personagens são muito boas.

Ele passa uma mensagem de superação muito grande, digo isso por parte do Hinata. Com o Kageyama a treta é outra, ele nos mostra o quão importante é ter uma boa relação com seus colegas de time. Não existem dramas extremamente exagerados o que causa uma identificação bem fácil com os personagens. Todos eles te cativam de alguma forma, alguns só mais para o final, mas, ainda assim, o crescimento é visível.

Haikyuu - 03

Outro ponto positivo da história é a exploração de quase todos os personagens, tanto do Karasuno quanto dos times inimigos. Mas sempre existe o pessoal que estão ali no jogo mais não é tão interessante quanto os outros.

Nenhum dos personagens me passou a sensação de estereótipo, eles existem é claro. Só que o fluxo da história é tão natural que você não fica pensando nisso.

Uma coisa que eu reparei em Haikyuu é a relação de respeito que os personagens têm com seus rivais. Existem as cenas de provocações, mas em geral rola um respeito das partes. Coisas frequentes de animes de esportes é que não existem vilão. Porém, a gente torce por jogador menos arrogante e Haikyuu passa isso.

Haikyuu - 04

Eu jamais poderia alcançá-la sozinho

O traço da animação é bem diferente do que a gente está acostumado. As cenas dos saques e defesas em câmera lenta são sensacionais. É uma animação tão boa, que às vezes eu pensei q tava vendo o filme do estúdio Ghibli só que com a qualidade um pouquinho inferior.

A animação não apela para efeitos super chamativos nas partidas e nem aproveitam elementos fantasiosos para deixar os jogadores mais fortes. Haikyuu foi o anime de esportes mais realista que eu já vi.

Se existe um ponto negativo na animação é o reaproveito de algumas cenas.

Haikyuu - 05

Porém, vale a pena dar um desconto afinal vôlei é meio repetitivo. Desenhar cada jogada diferente deve dar um trabalho monstro, então não levem isso muito em consideração. Se você ver alguma cena repetida só pense no quanto que dá trabalho animar as coisas.

A visão do topo.

A trilha sonora é sensacional, toca nos momentos certos e te faz gostar mais dos personagens. Sério, no primeiro episódio mesmo ela me emocionou quando mostra a história do Hinata. Suas aberturas e encerramentos são bem legais também. No conjunto as da primeira temporada eu gostei mais. Contudo, minha favorita é a Climbler que é o 1º encerramento da segunda temporada que é cantado pela banda Galileo Galilei.

Haikyuu - 06

Voe!

Haikyuu é um anime incrível. No começo eu fiquei com o nariz torcido, “Porra um anime de vôlei?” Queimei a língua e estou feliz por isso. Ele passa uma atmosfera simples, parece que você está lá na escola de uma cidade pequena. Seus personagens são muito bons, com histórias simples e te cativam com muita facilidade. Muito engraçado também e que possui uma animação bem-feita e trilha sonora impecável.

Haikyuu - 08

Se você aí é fã de animes de esportes você vai simplesmente amar Haikyuu. Se você não for fã, vai achar no mínimo legal, além de aprender mais sobre vôlei.

Não acredita em mim? Bem Haikyuu geralmente está no topo das listas do Japão como mangá mais vendido e popular junto com gigantes como: One Piece, Gintama, Shokugeki no Souma e Boku no Hero.

Haikyuu - 07

Se você está sem nada pra assistir pode ir ver Haikyuu, que é sucesso. Aproveite agora que ele está em um hiato porque ele já está no episódio 60. Melhor ver agora que ele tá parado do que ver quando ele tiver 200 episódios (Chute pessoal, não sei quanto episódios vão sair).

Mas e vocês já viram Haikyuu? O que acharam? Gostam de animes de esportes? Coloca nos comentários as suas impressões e compartilhe com aquela pessoa que tem que assistir isso com você!

Curtiu? Compartilha ai!
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares