Warper! #01 – Review

Warper! - Capa do post

Ainda dentro do universo de No Place for Heroes, Warper! chega com uma história diferente e que expande ainda mais o universo da editora Zone Komics. Há algum tempo apresentamos Rogue Dragon para vocês, desta vez Warper terá o seu espaço.

Warper! Nos conta a história de Drake, um jovem mago irresponsável que foi amaldiçoado pelo que chamam de magia de força.

Primeiramente podemos dizer que Drake demonstra ser daqueles personagens que não levam nada a sério, porém são ridiculamente habilidosos. Aliás, seu visual combina muito esse tipo de personagem. Não tivemos um gostinho de seus poderes ou da sua maldição, o que posso adiantar é que uma das habilidades dele se assemelha muito a de Noctis de Final Fantasy XV.

Enredo

Nesse primeiro capítulo da história não temos muito o background dele como personagem. É um daqueles inícios que as coisas vão acontecendo e a gente só aceita. Normalmente quando se inicia uma história dessa forma, ela vai apresentando flashbacks durante os acontecimentos.

Porém, esse é apenas o primeiro capítulo, ou seja, nada disso acontece. Ao invés disso, nos é apresentando uma série de acontecimentos que vão se interligar com ao caminho do protagonista.

Em geral é um começo bem bacana e empolgante, quando chegamos ao final do primeiro capítulo senti a sensação de “sério que vai acabar agora?” É semelhante a sensação que sentimos ao final de um episódio de JoJo Kimyo na Boken (ou JoJo Bizarre Adventure). Posso afirmar que estou curioso como o que vai acontecer, afinal a trama apresenta algumas coisas e literalmente BOOOM!

Arte

A arte de Warper é um pouco inconstante. Algumas cenas são muito bem desenhadas e outras mais ou menos. Algumas pessoas mais exigentes podem considerar o traço de Diogo Mané um pouco simples demais. Para mim que leva mais em consideração o enredo não é algo que incomoda.

Existem diversos artistas que vão evoluindo seus traços com o passar do tempo. Pode ser que o traço atual de Warper não esteja em um nível que normalmente acha a atenção das pessoas ,porém, ele tem muito potencial.

Suas cores são bem vivas, tudo é bem iluminado e isso contribui com a personalidade brincalhona de Drake. Mal posso esperar para ver o lado “Dark” dele.

Manda mais?

Warper! Sem dúvida nenhuma consegue entreter o leitor do começo ao fim, porém ainda temos muito pouco contexto apresentado. Informações mais profundas sobre o reino e o próprio protagonista não são apresentadas nessa primeira edição.

Com certeza é um quadrinho que vale a pena ficar de olho. Apesar de apresentar conceitos que não são considerados uma “novidade” ele atiça a sua curiosidade para saber mais sobre universo de magos e porque eles são tão estilosos.

Quer conhecer mais sobre o trabalho do pessoal da Zone Komics? Clique aqui!

Curtiu? Compartilha ai!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •