Kingdom Hearts Edição definitiva Vol. 1 – Review

Imagem de capa com os personagens centrais da série

Hoje falaremos desta franquia mundialmente conhecida da SQUARE ENIX: Kingdom Hearts. Entretanto, não falarei sobre os jogos em si, mas sim, de sua adaptação em mangá. Bom ressaltar que eu tenho um contato meio bagunçado com a série, então não poderei fazer muitas comparações entre o jogo e o mangá.

Então, encare este review como se eu fosse uma pessoa que nunca teve contato e está tendo pela primeira vez. Tendo dito isso, vamos ao que interessa!

 

Um pouco sobre a série

Esta versão que será analisada é da edição definitiva lançada pela editora Abril em fevereiro de 2018, é um volume com 402 páginas, que pegando a obra original, daria quase 3 volumes inteiros. No caso, no original são 4 volumes que adaptam o primeiro jogo da série completo. Foi lançado entre 2003 e 2005 na revista Monthly Shonen Gangan, revista cuja detentora é a própria SQUARE ENIX.

Na história conhecemos Sora, um garoto que está preso em uma ilha, cujo sonho é sair de lá para conhecer novos mundos, na companhia de seus amigos Riku e Kairi. O problema é que eles se separam em uma determinada noite, e Sora é jogado para outro mundo. Então ele busca por seus amigos, e é aqui que temos a mistura que todos acham inusitada ou esquisita. Donald e Pateta estão à procura do rei Mickey que sumiu, assim como o portador da Keyblade, para conseguir salvar os diversos outros mundos que estão sendo destruídos.

Imagem dos personagens: Sora, Riku e Kairi. Um do lado do outro
Sora, Riku e Kairi

O indivíduo que possui tal poder é o Sora, sendo assim, eles se conhecem e decidem partir nesta jornada juntos. Nada muito complicado de se entender. A premissa da história é bem tranquila, tem um pouco de mistério e bastante aventura. Mas será que é interessante? Vale a pena?

 

O que você espera deste mangá?

A expectativa é uma faca de dois gumes. Certamente que você tem algum tipo de expectativa sobre Kingdom Hearts, seja de curiosidade ou estranheza por misturar personagens da SQUARE com Disney, não importa o sentimento que for, ela irá influenciar sua opinião sobre este mangá.

A história é simples. Por mais que digam como a história é complexa, não espere isso neste começo. Há elementos interessantes, só que são dois ou três durante 400 páginas, o que encontramos é algo voltado mais para comédia e aventura.

Aqui já temos uma inconsistência. Enquanto a parte da comédia é bacana, os personagens fazem umas caretas (que não tem no original) muito engraçadas, um humor bem bobinho que diverte. Agora a parte de aventura, tem sérios problemas.

Principal deles é o ritmo da narrativa, pois tudo passa muito rápido, em menos de 20 páginas o grupo do Sora já muda de mundo, sem dar muita profundidade para nenhum dos novos personagens que aparecem, ou mesmo as lutas, que acabam em 2 ou 3 quadros. Nenhum lugar é bem explorado e te faz se empolgar, quando você começa a criar uma ligação, isso é cortado e muda o foco. Isso acontece a todo momento.

Por mais que sejam personagens conhecidos de filmes que, provavelmente, maioria de nós já vimos, ter uma interação maior, assim como mais relevância, deixaria as coisas muito mais legais. Os vilões têm mais participação, porém, não espere desenvolvimento profundo.

Por isso que eu falei anteriormente sobre expectativa, ela vai ditar sobre o que você vai achar desse mangá. Você pode odiar por vários motivos ou achar bacaninha por outros. Eu bato o pé e afirmo: É sim um mangá divertido mesmo sendo abaixo da média. Não espere nada grandioso, super intrigante, inovador, etc.

 

Um grupo da pesada

Além das caretas que são bem engraçadas, ver como o Sora, Donald e Pateta se relacionam, é bem bacana. O Pateta é o mais de boa com tudo e meio bobão, Donald sempre o nervosinho que tenta botar ordem na casa. Sora tem um espírito de protagonista de Shounen, sempre otimista, acredita no poder da amizade, justo, honesto e tudo que há de bom. Ver os três juntos dá uma alegria no coração.

Imagem do Sora, Donald e Pateta

Apesar da minha pessoa ter uma bagagem com outros jogos da franquia, neste volume dá para criar uma afeição por eles, afinal de contas, são os que mais aparecem. Nada incrível, claro, mas deixa divertido, principalmente as partes cômicas, admito que soltei algumas risadas.

Fora o grupo principal, vemos muito pouco, não chega a gerar nenhuma empatia por ninguém.

 

Desenhos no padrão

O Design dos personagens é muito estiloso, roupas extravagantes, mas isso é graças ao produtor do jogo, Tetsuya Nomura. No mangá eles são bem representados, tanto os originais quanto os da Disney, não é um desenho excepcional, está agradável, com seus momentos de destaque, principalmente os momentos de comédia, as feições que o autor Shiro Amano desenha, é um diferencial que combina. No geral, é bem ok.

Uma expressão do personagem muito cômica
Como não rir de uma cara como essa??

Uma experiência mais completa

Sendo sincero, baseado neste primeiro volume, vale muito mais a pena investir no jogo. Você terá uma experiência bem mais completa que só o videogame consegue lhe proporcionar, sem contar as opções, já que você pode jogar tanto a versão original do PlayStation 2, ou optar pelas versões de PlayStation 3 e 4, lembrando que vem ainda mais conteúdo.

O mangá seria um item para quem é fã da franquia e deseja ter vários tipos de objetos que remetam a ela, nada mais, nada menos. Bom ressaltar ainda que a edição da Abril é bem qualquer coisa, apenas um relevo na capa e só. Capa mole, papel de péssima qualidade, apenas recomendo, caso você realmente queira o mangá, que pegue em promoção.

Imagem da edição do mangá

Fique de olho na Amazon (inclusive eu comprei lá por um preço bom), sempre tem promoções muito boas por lá, porque pagar 29,90 não vale a pena mesmo… Enfim, eu realmente espero que as outras adaptações sejam mais interessantes do que que está do primeiro jogo, é uma série que eu tenho um grande carinho e gostaria que todos pudessem apreciar.

Não esqueça de compartilhar este post caso tenha gostado e deixe um comentário! Quero saber se vocês concordam comigo, o que acharam do review, se já jogaram, etc.

Obrigado por ler e até a próxima.

Curtiu? Compartilha ai!
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share