Helter Skelter – Review

Sinopse: “A história gira em torno de Lilico uma modelo que através de diversas cirurgias conseguiu atingir uma beleza invejada por muitos. Porém, tudo na vida tem um custo, agora ela passa por uma situação deplorável encarando as consequências de seus atos.

 

*Este review NÃO contem spoilers.*

 

Como tudo começou

Eu não me lembro aonde eu tive meu primeiro contato com Helter Skelter… Minha memória me diz que foi em algum vídeo no Youtube recomendando fortemente este mangá. A única questão aqui é que eu não corri muito atrás dele, mas eu coloquei na minha cabeça: “Algum dia eu preciso ler isso.”

Talvez seja por causa da pessoa no vídeo que recomendou, a capa bem chamativa ou a sua sinopse que difere bastante de muitas obras por aí. Então após finalmente poder telo em mãos (Um abraço pro Ressaca Friends 2017), a espera valeu a pena, logo de cara eu já recomendo a compra, mas antes, vamos ao review primeiro.

 

Uma premissa interessante atraí qualquer um

Como eu disse anteriormente, uma das coisas que me chamou a atenção foi a premissa, apesar de eu ter um conhecimento até que bom sobre mangás, ao menos aqui no Brasil, não lembro de nada que seja parecido com este tipo de história, o que a torna única de certa forma.

Helter Skelter - 01
Você faria de tudo para ficar mais bonito(a)?

 

Essa história é bem contada, ela vai evoluindo de uma forma muito natural e te prende de uma maneira incrível, eu geralmente enrolo para ler meus quadrinhos, esse não, apesar de suas 320 páginas, terminei em apenas dois dias sempre torcendo para que não acabasse.

Como eu gosto muito de drama esta obra foi um prato cheio para mim, o que eleva mais ainda é o fato de ser uma narrativa adulta, algo mais sério e profundo. Há, vale lembrar que este mangá contém cenas e imagens para maiores de 18 anos, não que talvez isso faça diferença, mas ok.

 

Qual é a sua definição de beleza?

Apesar de tudo isso, o que me agradou mais nesta obra, aquilo que te faz ficar preso, é a situação em que a personagem Lilico(principal) se encontra, porque isso levanta várias questões sobre o desejo das pessoas se tornarem famosas, a definição de beleza ou as coisas que o ser humano faz para conseguir alcançar seu objetivo. Um exemplo que dou para vocês, só para ter uma noção, é apensas uma frase, para ilustrar o que eu disse:

 

“Por mais bonito que seja um coelho, ele não passa de um pedaço de carne embaixo da pele.”

 

Reflexões que a obra traz

Tem um filme chamado Perfect Blue, que também apresenta e discute as razões que as pessoas querem ser famosas ou aquilo que fazem para conseguir chegar aonde querem. Depois que assisti este filme, sempre que via algum filme, perguntas passavam pela minha cabeça, questionando o porquê de aquele ser humano fazer aquelas coisas.

Uma coisa que penso muito é, atores e atrizes (Isso acontece mais com as atrizes) que fazem cenas de sexo ou mesmo só de nudez explícita. Qual é o motivo que fazem eles atuarem em cenas como essa? Por dinheiro? Aumentar sua fama? Eu penso em quão desconfortável possa ser uma cena como essa, você exposto ali, não só para todos que compõem o time de produção, mas para todo uma audiência de espectadores que assistirá aquilo.

Em Helter Skelter não é diferente, ele amplia o pensamento do leitor a questionar mais aspectos e pontos de vistas diferentes. Cada um tem seu objetivo e para tentar alcançá-lo, eles irão fazer tudo.

 

Quem é quem?

Agora falando sobre a arte desta obra, apenas pela capa já dá para ter uma noção de como é o traço da autora, fica aqui a minha observação pela forma com que a pintura da capa foi feita é incrível.

Helter Skelter - 02
A imagem da capa só que ampliada. A forma de pintura é incrível.

 

No geral, o desenho é bom, sendo bem eficiente em alguns determinados momentos, só que não é aquele tipo que enche os seus olhos. O que atrapalha as vezes é, o rosto dos personagens, vira e mexe dá para ficar confuso, se perguntando quem é quem, isso acontece em vários momentos, até pode chegar ao ponto de confundir os sexos. Fora isso, não há muito o que dizer, apenas que, está autora dá um show quando o assunto é pintura.

Helter Skelter - 03
A maioria dos personagens tem olhos iguais, alguns cabelos, isso dificulta para identificar quem é quem.

 

A protagonista é o foco da história

Essa é aquele tipo de história com foco muito grande em um único personagem, no caso, a Lilico. Tem alguns que recebem alguma atenção, como a empresária dela, o investigador da polícia, a assistente. Sobre eles, tem coisas interessantes que acontece ou a forma com que lidam com a protagonista. Porém, não há muita profundidade, o foco aqui mesmo, é a nossa querida modelo.

Helter Skelter - 04
Um exemplo de como Lilico é

 

Ela é um caso curioso. As atitudes que ela toma, as vezes parecem contraditórios, cada página virada é uma surpresa, tornando assim, uma vontade muito grande de não parar de ler. É curioso pensar, cada vez mais que o leitor conhece sobre ela, que é possível que no nosso mundo, exista uma Lilico, já que tudo que acontece é algo bem pé no chão.

Alguns momentos você fica triste por ela outros sente ódio por atitudes tomadas, é um misto de emoções, tanto para a personagem em si quanto para o leitor.

 

Podemos concluir que…

Por tudo que este quadrinho apresenta, eu super recomendo ele para todo mundo, a leitura é bem leve o que ajuda na compreensão, arte interessante e faz você pensar sobre algumas questões da nossa vida.

O preço também é muito agradável, caso queiram tem na Amazon ou, se preferir, no próprio site da editora NewPOP.

Espero que tenham gostado, comentem aqui em baixo para termos uma discussão saudável e compartilhe com seus amigos.

 

Muito obrigado por ler e até a próxima!

Curtiu? Compartilha ai!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •