Gyo – Review

Sinopse: “Na ilha de Okinawa algo estranho esta acontecendo, um cheiro curioso esta nas redondezas… um cheiro de morte. Algo irá acontecer e talvez ninguén esteja a salvo

 

*Este review NÃO contém spoilers*

 

A história é como uma onda 

É deveras impressionante o quanto o autor consegue criar um problema que no começo parece muito inofensivo, mas no final, acaba desenvolvendo muito mais do que você possa imaginar.

Este é um dos pontos mais maravilhosos de Gyo, a surpresa de como as coisas vão evoluindo, é algo que faz sentido, na medida do possível, tornando uma experiencia muito agradável, cada página uma surpresa.  Toda essa construção é suportada por um ritmo muito bom, tudo tem seu tempo para acontecer, isso ainda resulta em uma leitura super-rápida, apesar de seus 21 capítulos, a leitura é dinâmica.

O Autor tem muita competência em manter nossa curiosidade/tenção, caso esteja procurando algo do tipo, não vou me estender muito em dizer que vale muito a pena comprar este mangá. Mas fica aqui comigo por que ainda tem um outro grande chamativo, o grotesco da coisa.

 

Tudo é muito bizarro

Aqui no Geek Quântico, nós já fizemos um review sobre um anime baseado em contos que este autor já criou (Nome dele é Junji Ito). Lá falamos que uma das coisas mais incríveis que ele consegue fazer é criar conceitos muito bizarros ao mesmo tempo que interessantes.

Bom, isso se reflete em Gyo, algo totalmente inesperado e muito, mais muito, bizarro. O pior que há uma explicação do porque as coisas estão daquele jeito, tem uma lógica, com um pouco de aceitação da parte do leitor, está tudo certo.

Imagem para demonstrar como o autor consegue deixar as coisas... bizarras
Só uma imagem para deixar vocês curiosos (É bem no começo isso, então, não se preocupem)

Não tem como explicar o quão bem feito e criativo são as ideias aqui dispostas, além dos desenhos que contribuem com isso, no geral é algo bonito, mas quando é para fazer o leitor se chocar… ele tem um toque que consegue causar diversas emoções.

Portanto, recomendo que não pesquisem no Google imagens sobre este mangá, pois parte da experiencia/surpresa será quebrada.

 

Só reação

Para não falarem que esta obra não tem algum ponto negativo… Não há personagens memoráveis ou até carismáticos, o foco aqui é mostrar como a situação vai crescendo sem parar e os problemas que aquilo causa.

imagem do personagem principal
Só uma imagem avulsa para vocês verem como é o Tadashi.

Os personagens nessa bagunça toda viram só reagentes, talvez dê para criar uma leve empatia pelo Tadashi (personagem principal), algumas atitudes que ele toma são plausíveis e uma em específico é até bonita. Fora isso, não serão lembrados tão pouco queridos, contudo, não é um problema neste mangá, as outras qualidades superam tudo.

 

Podemos concluir que…

Para quem gosta de uma leitura cheia de surpresas, coisas hediondas e ideias incríveis, sintase em casa lendo Gyo. Vale muita a pena a leitura, é uma experiencia e tanto!

Não existe uma versão do mangá em português, porém, para quem sabe inglês na amazona brasileira, tem a edição americana, para quem quiser comprar (a edição é linda, diga-se de passagem).

Espero que tenham gostado do review, compartilhem e comentem, quero saber a opinião de todos vocês.

Obrigado por ler e até a próxima!

Curtiu? Compartilha ai!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •