Resident Evil 2 Remake – Primeiras impressões | BGS 2018

Imagem de capa com nossas impressões do jogo Resident Evil 2 remake na BGS 2018

Finalmente começou a BGS 2018!!!

Ontem dia 10/10/18, o evento foi aberto para a imprensa, e nós do Geek Quântico, tivemos a oportunidade de desfrutar de diversos jogos. Então fiquem ligados que vamos soltar vários posts sobre o assunto.

Primeiro vamos de Resident Evil 2. O jogo da Capcom que surpreendeu todos nós na E3 2018, e que cada vez mais parece incrível!

Foto do estande que representa a delegâcia do jogo

Antes de começar

O estande era relativamente pequeno, comportava 12 estações para jogar e, não havia muita fila. Ainda mais porque o tempo da demonstração não era longo, fica em torno de 15 minutos.

Você pode escolher entre jogar com o Leon ou Claire. Os dois têm diferenças de localidade e inimigos. No meu caso, joguei com Leon, então meu foco aqui será totalmente na demonstração dele.

Imagem do estande que mostra Leon e Clare

O jogo estava legendado em português do Brasil, e essa demo é a mesma que foi mostrada na E3, onde Leon entra na delegacia e observa um policial pedindo ajuda pelas câmeras de segurança.

 

Como está o jogo?

O jogo é bem tranquilo com relação aos botões, rapidinho você já sabe o que cada um faz (Inclusive, tinha uma marcação em papal no próprio estande que lhe orientava).

Tudo respondia muito bem. Foi interessante que, apesar do cenário limitado, você tinha liberdade de explorar o lugar, havia itens para coletar e um puzzle.

Na questão do puzzle, ele não era obrigatório. Digamos que eu fiz por “acidente”, não era ali que eu tinha que ir, mas é legal ver que tem aquele clássico elemento de vai e vem de lugares.

Pois para resolver este puzzle, tive que ir ao encontro desse policial pedindo ajuda, voltar para o saguão e conversar com Marvin Branagh. Daí ele lhe entrega uma caderneta contendo faltando uma das soluções para o problema.

Então você precisa encontrar o resto, que no caso, é quando acaba a demo.

Uma função legal, é que apertando R3 você começa a correr, se você optar por virar bruscamente para trás, quer fugir de um zumbi por exemplo, o personagem continuará correndo sem a necessidade de pressionar o botão novamente. Fora que para abrir portas, você pode apertar X ou só correr em sua direção.

 

Sistema do RE7

Nitidamente que Resident Evil 2 pega emprestado o sistema do último jogo da série: Resident Evil 7. O inventário é igual, a maneira que você utiliza os itens para liberar certas partes. Quando eu consegui uma faca no jogo, pude úsa-la para liberar uma caixa de força, abrindo um novo caminho para explorar. É a mesma coisa do RE7.

Imagem que mostra o sistema de inventário, semelhando ao Resident Evil 7

Não que isso seja ruim, é só mais um detalhe mesmo. Ah! Vale ressaltar que o inventário é limitado, ou seja, também vai ter o leva e traz de itens.

 

Zumbis estão mais zumbis do que nunca

Movimentação, visual, forma de ataque, reação aos tiros, sério, tudo com relação aos zumbis é bem-feito.

Por essa pequena parte, já dá para perceber que são bastante resistentes. Quem for jogar precisa ter algo em mente: Não desperdice sua munição, atire nas pernas e corra, ou mate na facada, enquanto estão no chão.

Falando em atirar nas pernas, é interessante que ao me deparar com um zumbi gordinho, ele não caía na primeira vez em que você atira. Precisou de dois ou três tiros para que finalmente caísse. O que deixa tudo bem realista.

O único problema que tive, foi por conta do estande do Just Dance que estava do lado, tocando música alta. Não dava para ouvir quase nada do jogo, então a experiência de terror foi quase nula, nem posso falar para vocês de como era o som dos zumbis, uma pena.

 

Visual

A cena que o Leon levanta a cabeça de um policial morto, mostrando sua mandíbula quase solta e o interior exposto… É algo incrível pelos detalhes, podemos esperar bastante gore. E apesar de ter algumas falhas gráficas: textura e renderização (lembrando que é uma Demo), Resident Evil 2 está visualmente lindíssimo.

Imagem de um cadáver com parte da boca exposta

Não compreendo o pessoal que falou mal da repaginada de Leon e Claire. Na minha opinião, estão melhores do que nunca!

 

Considerações finais

Eu não costumo jogar jogos de terror, sou medroso mesmo, admito. Só que, Resident Evil 2 parece tão incrível, que eu tentaria, não uma, mas duas, três, quatro, cinco, seis vezes.

Tudo que rodeia o jogo passa uma aura de confiança, que será um dos melhores jogos do ano que vem. Jogabilidade gostosa, ambientes escuros que ajuda na imersão no clima de terror, bons gráficos…

Esse é o nosso primeiro post sobre a BGS 2018, espero que tenham gostado. Fiquem atentos que ainda vão ter vários posts, aguarde!

Caso vá para o evento, não esqueça de conferir a lista de jogos de PlayStation que estará disponível. Compartilhe com seus amigos e não deixe de comentar, queremos saber a opinião de vocês sempre.

Obrigado por ler e até a próxima.

 

Curtiu? Compartilha ai!
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares