Graphic MSP Jeremias: Pele – Review

Jeremias - Imagem de capa do post

Jeremias – Pele é a 18º história que sai pelo selo MSP e considerada umas das melhores já lançadas. Antes de falar o porque você deve ler isso, vamos às informações técnicas.

Pele foi escrita por Rafael Calça, desenhada por Jefferson Costa e publicada pela Panini Comics.

Jeremias é o protagonista da vez, esse que é um personagem não muito explorado nas histórias da turma do limoeiro, porém teve um espaço especial nesse selo. Pelo nome da história já dá pra deduzir que essa MSP vai abordar o racismo.

Uma história que precisava ser contada

Aqui, Jeremias nos é apresentado como um garoto comum. Ele é um garoto muito doce, estudioso, que tem uma família, vai para a escola com seus colegas. Até que um belo dia (ou não), o garoto passa a reparar que as pessoas não o tratam de forma normal. Ele passa a reparar que sua própria professora, não acha que ele consiga um dia ser tornar um astronauta. E pior, que seu suposto amigo ri das coisas horríveis que alguns colegas falam pra ele.

Eu me senti revoltado lendo algumas partes, mais revoltado ainda porque essas coisas acontecem todo dia. Cara, se fosse só as crianças… algumas crianças são cruéis, mas a professora?

Deixando a vontade de socar a maioria da sala do Jeremias de lado, aqui vemos um enredo bem construído e pensado. Para quem acompanha as MSPs vão notar a participação de outros personagens tais como: Astronauta, Franjinha e Mônica e sua turma. Isso é bem legal pois mostra um respeito com as outras obras já lançadas, e a presença de um universo próprio.

Parado aí!

Além de presenciarmos coisas horríveis acontecendo no cotidiano de Jeremias, vemos coisas horríveis acontecendo com o pai dele. Coisas que inclusive já aconteceram com o meu próprio pai. Nos extras desse encadernado diz que Rafael Calça colocou muito dele mesmo no personagem. Não só isso, os acontecimentos que são retratados aqui, realmente aconteceram na infância dos autores.

Não entra na minha cabeça que os acontecimentos desse quadrinho ocorram nos dias de hoje.

A arte do Jefferson Costa é um ponto muito positivo, ela é simples e detalhada ao mesmo tempo. Suas cores são sensacionais, muitas das cenas tem uma coloração bem viva e que combina com o ambiente.

É uma Luta

Jeremias é uma quadrinho especial (Não digo isso só porque tem meu nome na capa). Esse é um quadrinho que abre os olhos dos leitores para o que acontece a sua volta. Eu admito nunca ter sofrido esse tipo de preconceito, antes só podia imaginar o sentimento, lendo isso me deu uma ideia de como é.

Querendo ou não esse sentimento de revolta que você sente lendo esse quadrinho é um ponto positivo. Significa que os autores conseguiram passar sua mensagem.

Eu recomendo essa obra para qualquer pessoa, sério, qualquer uma. É uma obra muito bem desenvolvida, que mostra o que é o racismo e quanto que a sociedade precisa evoluir.

Jeremias - Imagem onde a mãe de jeremias fala o porque dela usar o seu cabelo solto.

Os autores souberam muito bem representar o orgulho da população negra e a sua força.

Além disso eles colocaram referências muito legais inserindo estátuas que simbolizam a histórias dos negros aqui no país e pinturas de artistas negros.

Sem dúvida entra na lista de melhores quadrinhos do ano, e eu vou fazer de tudo para mantê-la em bom estado pois quero que minha sobrinha leia isso algum dia.

Você pode encontra-lo em livrarias como a Amazon, Saraiva custando cerca de R$ 27.

Mas eu quero saber de vocês já leram essa MSP? O que acharam? Se sentiram da mesma forma que eu me senti? Conta aqui nos comentários e compartilhe com seus amigos!

Curtiu? Compartilha ai!
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share