Full Blaze #1 – Review

Full Blaze - Capa do post

Ainda falando das histórias que se passam no reino de Azure, Full Blaze nos conta a história de uma das guildas mais prestigiados do reino. Esse que é mais um quadrinho que faz parte do Universo “No Place for Heroes” da Zone Komics.

Depois da morte de vários grandes capitães da guilda, cabe ao capitão Aaron Stryker e a sua equipe trazer os dias de glória da guilda que um dia foi a mais requisitada do reino de Azure.

No primeiro capítulo dessa história, presenciamos uma missão onde a guilda está escoltando um prisioneiro de volta para a sua sede.

Mas o que?

Assim como Warper, esse primeiro capítulo não te dá um tempo com os personagens da Full Blaze. Ele apenas os introduz de maneira simples e logo em seguida algo sério acontece.

Não há pausas. Tudo acontece rápido demais, a sensação de urgência é bem grande. O abundante problema disso é que, nós leitores, acabamos por não se importar com os personagens apresentados.

Os acontecimentos foram tão rápidos que você chega ao final com a sensação de “O que diabos aconteceu?”

A sensação de urgência é grande, mas isso atrapalhou um pouco, Warper trabalhou um pouco da Lore do universo e da origem da magia. Porém, aqui não tivemos essa parte apresentada. Mais parece uma história que o leitor já precisa ter conhecimento algo sobre o universo e dos personagens, do que o início da história em si.

Acredito que uma introdução mais detalhada do passado da guilda e um paralelo com os dias atuais seria mais interessante.

KRAKOON!

Além do Capitão Stryker, temos foco em apenas dois personagens da guilda: Xander e Sarah. Porém, nenhuma história pessoal foi apresentada com muita profundidade.

A arte segue padrão das histórias do Reino de Azure, ela varia bastante. Alguns quadros são muito bem desenhados, outros nem tanto. É muito de gosto, no meu caso, não incomodou em nada. A coloração em geral do quadrinho é muito bonita, assim como nos outros títulos da editora.

Um ponto positivo que deve ser ressaltado são os cenários. Todos eles são muito bem pensados e desenhados. Algumas cenas de impacto são incríveis, os efeitos de luz e explosões são muito bonitas.

Ainda há esperança.

Full Blaze é um quadrinho um tanto quanto complicado. De primeiro momento ele deixa muita coisa em aberto. A sensação de quero mais é diferente da que Warper conseguiu passar, afinal nada é muito bem apresentado de fato.

Quem são os vilões, os heróis, o porquê dos acontecimentos deste capítulo é um incógnita que só se resolverá com as edições futuras. De qualquer forma, é um quadrinho que possui cenários dignos de se aplaudir de pé.

Para conhecer mais sobre Zone Komics clique aqui e confira também o Review de Rogue Dragon e do já citado, Warper.

Curtiu? Já leu esse quadrinho, conta pra gente o que você achou e compartilhe com seus amigos!

 

Curtiu? Compartilha ai!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •