Dark 1ª Temporada – Uma boa surpresa que poderia ser ainda melhor (Review)

Imagem do cartaz onde motra uma caverna e um garota de capa de chuva amarela, olhando para a entrada.

É muito legal ver a Netflix investindo em produções que não sejam americanas. Diversos títulos originais da plataforma seguem esta filosofia, então você encontra bastante variedade. O que é muito bem-vindo, pois traz um “ar fresco”, não ficando na mesmice. Agora se a série em si é boa ou não, já é outra história.

Dark consegue chamar sua atenção pela imagem de divulgação. Mostrando um garoto de capa amarela, olhando/adentrando uma caverna, no meio de uma floresta densa. Sem sinopse, nem trailer. Apenas com essa informação de um simples cartaz, desperta sua curiosidade.

E acho que assim deve ficar. Quanto menos informação você tiver sobre Dark, melhor vai ser sua experiência. Ao menos está foi minha impressão.

Não devemos subestimar qualquer obra, independente de onde veio.

 

Bem-vindo a Winder!

Dark é uma série Alemã original da Netflix, lançada mundialmente no dia 1 de dezembro de 2017. Concebida por Baran bo Odar e Jantje Friese, tendo 10 episódios de quase 1h cada; dos gêneros: drama, mistério, sci-fi.

Sem continuar dando nenhum detalhe aprofundado, basicamente tudo acontece em uma cidade pequena da Alemanha chamada Winder. Depois do desaparecimento de duas crianças e uma encontrada morta, a polícia tenta investigar o caso e descobrir o que está acontecendo.

Acompanhamos o ponto de vista de diversas pessoas que moram nesta cidade, então não daria para dizer que é focado apenas no Jonas — o garoto de capa amarela que aparece no cartaz da série — mas ele tem uma importância maior para resolver estes misteriosos desaparecimentos.

Imagem do cartaz de "procura-se" de uma das crianças desaparecidas

É isso que você precisa saber de Dark. Mais que isso talvez estrague um pouco da surpresa, ainda mais que o mistério é uma das chaves que tornam a série interessante. Caso esteja na dúvida de assistir ou não, continue lendo para saber minha opinião sem revelar nada comprometedor.

 

Uma aventura intrigante

Dark é uma história progressiva. O padrão da maior parte das narrativas que tem algum mistério: começa sem ninguém saber de nada, você vai descobrindo aos poucos e no final, o problema toma altas proporções.

Um grande pasto onde se encontra diversas ovelhas mortas

É uma jornada gostosa de acompanhar. Apresentando diferentes pontos de vista, criando uma ligação entre eles e como uma afeta a outra.

Sua temática ajuda bastante, já que por si só é algo interessante, juntando com a forma que trabalharam com essa ideia na série, ficou muito bom.

Mesmo com quase 1h cada episódio, e sendo um pouco maçante de ver, ainda dá vontade de maratonar.

Só de imaginar a situação complicada e tentar se projetar no lugar de algum personagem, resulta em um bom tempo refletindo sobre o que fazer, como se sentiria, nosso real controle da própria vida, etc.

 

Só tem alguns probleminhas…

Está temática que eu citei, é algo recorrente em outras obras, principalmente no cinema. Diversos filmes focam nesta ideia, exibindo uma narrativa de 1 ~ 2 horas de duração. Dark passa muito deste tempo, o que me faz questionar a decisão de haver uma segunda temporada (ou até mais do que isso).

Floresta à noite, com pessoas lá no fundo utilizando uma lanterna

Este tema talvez não tenha gás suficiente para perdurar tanto tempo. A série trabalha de uma maneira bacana, porém acho que deveria ter um começo, meio e fim nesta temporada. Quem sabe ter 13 episódios, cortar diversas cenas desnecessárias para a trama principal e fechar a história.

Como aqui temos uma história continua, não uma série onde cada episódio tem uma “aventura diferente”, fico preocupado com o desfecho de Dark

Tendo outra temporada para complementar, o “vilão” da série nem foi bem apresentado. Quase não sabemos nada.

Muito tempo de tela foi perdido com cenas sem importância (a não ser que vão ter alguma relevância depois) e insinuações praticamente explícitas sobre o mistério. Forçando a barra, e às vezes, parecendo achar que o telespectador é meio burro, precisando dar dicas obvias para a gente entender o que está acontecendo.

 

O clima perfeito

O melhor que Dark proporciona é na questão visual e sonora.

Como eu falei no começo, somente com o cartaz de divulgação, já consegue passar um clima de curiosidade, e as músicas que tocam ajudam neste sentido. Constrói perfeitamente diversas sensações: melancolia, suspense, tensão, mistério, angústia, etc. Coloca você no tom certinho de cada momento. Às vezes exagera um pouco na música de tensão, mas tudo bem.

Isso vale tanto para as músicas originais, quanto para as cantadas. Escolheram algo que você não tem costume de ouvir em qualquer lugar.

Outro ponto que faz fusão com a parta da trilha sonora é o visual da série.

Um cenário visto de cima, mostrando parte da floresta e das casas

Uma cidade pequena, perto de uma floresta densa, tempo chuvoso ou nublado, casas características da região. É uma dualidade entre um ambiente em harmonia com a natureza, dando uma impressão bela, porém que passa um lado triste e sofrido.

É um misto de sensações que eu considero a melhor coisa de Dark.

 

No geral está tudo ok

Foi uma experiência diferente assistir algo em Alemão. Na verdade, não muda tanto assim, só que pela falta de costume, gera um pouco de estranhamento. Mas no geral é satisfatório a atuação da maioria do elenco.

Conseguem passar a sensação que deveriam. Inclusive com cenas até que bem fortes, na qual eu não esperava presenciar. Algo que só incrementa na carga pesada da história.

Não acho que tenha personagens memoráveis, só que também ninguém é ruim. Só ainda implico que deveriam ter apresentado melhor o “vilão”…

 

Objetivo final

Quem acompanha o site sabe que eu não sou muito de assistir série (estou tentando mudar), e me recomendaram Dark há bastante tempo, seu visual sempre me deixou interessado, o que ajudou para aumentar minhas expectativas. Consequentemente eu assisti e terminei em dois dias.

Eu recomendo, com ressalvas. Sua temática é muito intrigante, ainda mais pela maneira que implementam ela naquele contexto e daquela maneira. Só que não tenho confiança que está história tenha força para continuar no mesmo nível. O final desta temporada me dá muito medo do que pode vir a se tornar a série

Por tudo que disse até então, leve em consideração e pense a respeito. Apesar das minhas críticas negativas, aproveitei de bom grado meu tempo com Dark.

Espero que tenham gostado desta review! Não deixe de compartilhar com seus amigos, e comente! Gostou? Vai assistir? Você que já viu, qual seria a mensagem que a série quer passar? Eu estava crente que seria relacionado a algo ambiental, mas agora não sei de mais nada… Qual sua opinião?

Ainda falando de série, dê uma conferida nestes outros posts:

Obrigado por ler e até a próxima.

 

Curtiu? Compartilha ai!
  • 16
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    16
    Shares